Apresento-lhes Linhagem Vermelha! O nome foi sugerido por Gabrieli Prates e a capa feita por Marina Avila.  O livro ainda não foi publicado pois passa por inúmeras alterações no momento, com intuito de aprimorar alguns capítulos e ter a chance de agradar mais quem quiser mergulhar nessa trama. Confira:
Sinopse: Um percurso comum. Uma viagem sangrenta.
Elizabeth Bathory, a herdeira por direito de uma poderosa e nobre família romena, decide voltar para a sua cidade natal após uma tragédia ter manchado com sangue sua linhagem. Seu pai assassinou sua mãe pela valiosa joia vermelha dos Bathory, matando-se em seguida, e deixando, de acordo com sua tradição, o título de Condessa e suas posses para a filha. Ela embarcará em tal jornada no trem de sua família, que é administrado por Louis – seu rancoroso irmão, que, por ser o mais velho, acredita possuir direito nato sobre a herança.
Quando cadáveres surgem todas as noites repentinamente, o medo assombra cada passageiro dessa viagem sem volta. Um assassino estava a entre eles, dizimando a população do trem aos poucos. Para sobreviver, Elizabeth terá que enfrentar seus demônios e fugir tanto da ameaça assassina, quanto da constante perseguição de seu irmão; e, ao mesmo tempo, evitar seus crescentes sentimentos por Henry, um inglês que faria tudo por ela. Embarque nessa misteriosa trama, onde o ódio anda de mãos dadas com o amor – e onde a morte não perdoa ninguém.

O desafio consiste em arrumar em tempo hábil essa obra para publicá-la até o final desse ano de 2017. Reescrevi até o 19º capítulo! Mas tem muito trabalho pela frente...


Deixe um comentário